Moçambique precisa de nós, de todos nós!

É preciso comida no Centro de Saúde Mental S. João de Deus em Nampula, Moçambique.
42.56% Angariados
€12.768 angariados de €30.000
1 Donors

É preciso comida! O Orçamento de Estado para 2017 de Moçambique entrega uma fatia muito reduzida para fazer face às despesas do Centro de Saúde Mental S. João de Deus em Nampula e é por isso que neste momento se levantam enormes alertas face a um futuro demasiado próximo. Com as recentes mudanças já se raciona na luz, no gás, na água, nas saídas com o carro e, há várias semanas, as refeições resumem-se a farinha ou arroz com feijão. A situação de “apertar o cinto” é uma realidade bem conhecida do centro, mas nada como se prevê para este ano.

O que podemos fazer?

Os Irmãos de S. João de Deus auxiliam em Nampula, todos os anos, centenas de doentes e respetivas famílias. Há 10 anos que os Irmãos fazem o melhor que podem e gerem da melhor forma o dinheiro que chega do Estado moçambicano para cuidar de todos os doentes. Dar-lhes o máximo de conforto, de higiene e de comida possível. São precisos alimentos não perecíveis, alimentos frescos, produtos de limpeza e higiene, material de escritório, colchões.

Como pode ajudar?

A sua ajuda é fundamental para manter o Centro aberto, continuar a cuidar com dignidade e alimentar todos os doentes em Nampula. Pedimos que ajude financeiramente através do IBAN PT50 0018 0003 1625 4567 0208 4. Para que possamos retribuir envie email para donativo@fsjd.pt com os seus dados para encaminharmos recibo no valor da sua contribuição para esta causa. Sabemos que nos tem ajudado. Já doou para comprar colchões novos para as camas de internamento, para construir um novo balneário mais limpo e digno, para erguer um muro que torna o centro mais seguro, para melhorar o estendal da roupa. Tudo foi feito. Porém, Moçambique continua a precisar de nós. O nosso pouco, será o muito das centenas de pessoas que recorrem ao Centro de Saúde Mental S. João de Deus.

Se chegou aqui através do nosso boletim Gestos Solidários, saiba que estamos a trabalhar na loja online e estará disponível muito em breve. Entretanto, caso seja sua intenção ajudar a alimentar os utentes do Centro, não hesite em entrar em contacto connosco.

Porquê esta causa?

Desde 1681 que a Província Portuguesa da Ordem Hospitaleira está nesse país africano. Primeiro a assistir doentes mentais e leprosos. Depois, em 1943 a Ordem assumiu a administração de um Hospital Psiquiátrico em Marracuene. Em 1959 foi criado o hospital psiquiátrico em Maputo. Em Nampula foi feito o mesmo em 1971. Após a independência do país, em 1975, os hospitais da Ordem foram nacionalizados. Desde 2007 que a presença dos Irmãos Hospitaleiros Portugueses em Moçambique se mantém em Nampula devido a um protocolo de cooperação assinado entre a Província Portuguesa e a Ordem em Moçambique.

Publicações Relacionadas

Posted by admin | 13 Setembro 2017
Todos os meses há espaço e tempo para exercitar a memória e estimular as funções cognitivas de todos aqueles que se querem juntar a nós. Basta estar atento à nossa…
Guarda, Pedro Carvalho
Posted by admin | 22 Maio 2017
A Guarda, cidade mais alta de Portugal, é conhecida pelos 5 “F”: Forte, Fria, Fiel e Formosa. Mas também muito Hospitaleira. Segundo a história, a Ordem Hospitaleira esteve presente na…
LikesComentários fechados em Na cidade dos 5 “F” e do H de Hospitalidade
Posted by admin | 22 Maio 2017
“O que é que eu podia fazer mais?”, questionava-nos uma das participantes na sessão de Mentalizar na Associação de Solidariedade Social dos Professores (ASSP), em Évora. Não existem respostas certas…
LikesComentários fechados em Mentalizar é puxar a cadeira